Notícias

Nesta área vamos mantê-lo informado com as últimas notícias da wTVision

wTVision junta-se à Liga Portuguesa de Futebol nos testes do Vídeo-Árbitro

A Liga Portugal utilizou o Vídeo-Arbitro pela primeira vez nesta Final Four da Taça CTT e a wTVision (juntamente com a Medialuso e a Mediaburst - duas das outras empresas do grupo Mediapro) é o parceiro por detrás da implementação e operação desta tecnologia inovadora, depois de um acordo tripartido assinado entre a Liga Portugal, a FIFA e o IFAB (International Football Association Board). O convite dirigido pela Liga à wTVision, para participar no pontapé de saída do Vídeo-Árbitro, vem no seguimento de uma bem-sucedida relação entre as partes, que tem contribuído para o desenvolvimento tecnológico das competições de futebol profissional em Portugal.

Para chegar a esta fase, em que o sistema é testado em modo offline, ou seja, não há comunicação do vídeo-árbitro com o árbitro principal mas tudo é testado em situação de jogo real, a wTVIsion (através da sua empresa-mãe Mediapro) teve que preencher todos os requisitos FIFA, participar nos workshops da organização que rege o futebol mundial e treinar profissionais altamente especializados. O processo passou também pela formação dos próprios vídeo-árbitros na vertente tecnológica, de modo a que estes se familiarizassem com o sistema e os processos de trabalho e tudo estivesse a postos para a primeira meia-final, disputada entre Vitória FC e SC Braga a 25 de janeiro.

O Vídeo-Árbitro, oficialmente VAR (Video Assistant Referee), é auxiliado por um AVAR (Assistant Video Assistant Referee), ambos árbitros em atividade ou retirados, que por sua vez têm o apoio essencial de um ou dois Operadores de Replay, profissionais da wTVision com larga experiência em operações desportivas e responsáveis pela seleção das câmaras, ângulos e tempos mais adequados para o vídeo-árbitro rever o momento de jogo em causa.

A final da Taça da Liga disputada a 29 de janeiro, entre SC Braga e Moreirense FC foi assim mais um passo da Mediapro rumo à certificação FIFA para o uso oficial desta tecnologia que poderá revolucionar o desporto-rei e na qual o grupo tem estado empenhado desde o primeiro momento. Seguir-se-ão os testes já em regime online, onde o árbitro principal da partida terá a possibilidade de recorrer ao auxílio efetivo do vídeo-árbitro, a realizar em jogos amigáveis e para os quais a wTVision mantém o seu compromisso de garantir a máxima qualidade na vanguarda da tecnologia desportiva.

Marco 2017

Notícias Relacionadas